Noticias

Moradores podem se ajudar

Publicado em: 16/05/2017

Precisar sair e não ter com quem deixar o bebê, o cachorro ou a mãe idosa é um problema comum que, em algum momento da vida, pode afetar a vida de todos. 
 
Em um condomínio, onde são muitos os vizinhos e grandes as possibilidades de um relacionamento amigável, uma ideia que pode funcionar é aproveitar a disponibilidade dos moradores para criar uma lista de serviços de baby sitter, pet sitter ou similares.
 
Em muitos países é comum que estrangeiros trabalhem como cuidadores de crianças, idosos ou animais. Muitos deles inclusive já saem do país de origem com um programa estabelecido.
 
Para driblar os contratempos
 
- A lista de interessados deve conter todos os dados de contatos das pessoas e horários disponíveis
 
- Se a ideia é não pagar, pode-se sugerir a troca de serviços entre os vizinhos. Um dia um deles toma conta das crianças para o outro sair e depois se faz o contrário
 
- Em alguns casos são precisos cuidados mais específicos, especialmente se a pessoa a ser cuidada está doente, e aí vale ver se quem está disponível no prédio é realmente habilitado para realizar a tarefa
 
Fonte: iCondominial

Outras notícias | Ver todos

Instituto de Engenharia Debate a Eficiência do Estado Brasileiro entrevista Marcos Cintra

26/02/2018

No ciclo de fevereiro, o Instituto de Engenharia Debate teve como convidado Marcos Cintra, presidente da Finep - Empresa Brasileira de Inovação e Pesquisa.

&nbs... Ver mais [+]


Crédito imobiliário não segue a redução da Selic

15/02/2018

O tomador de empréstimo para a compra do imóvel pelo SFH (Sistema Financeiro de Habitação), que usa recursos da poupança, continua encontrando um... Ver mais [+]