Releases - Imprensa

AABIC e JUSPRO fecham convênio para promover a concilação

Publicado em: 25/10/2017

Condôminos inadimplentes podem usar a mediação/conciliação para saldar dívidas

Aproximadamente 50% das administradoras de condomínios de São Paulo, que abrangem um universo de cerca de 20 mil condomínios, terão uma nova alternativa para lidar com a inadimplência nestes tempos difíceis de crise econômica, alta taxa de desemprego e endividamento das famílias: a mediação e a conciliação.
 
Isto porque a JUSPRO, 1ª Câmara Privada de Mediação e Conciliação cadastrada no Tribunal de Justiça de São Paulo e no País, assinou convênio com a Associação de Administradoras de Bens Imóveis e Condomínios (AABIC). Pela parceria, todos os associados da ABBIC podem acionar a JUSPRO para resolver conflitos condominiais pela autocomposição.
 
“O atraso nos condomínios constitui um problema social e interno do condomínio, pois se determinado condômino não honra o pagamento condominial, esse valor terá de ser rateado pelos demais. A JUSPRO oferece mecanismos alternativos de autocomposição (mediação e conciliação) para resolver a questão de forma mais rápida e sem ônus para os demais condôminos”, explica José Roberto Neves Amorim, sócio da Câmara.
 
Na avaliação do presidente da AABIC, Rubens Carmo Elias Filho, o convênio será altamente positivo para as administradoras e os condomínios: “Ao invés de ir ao Judiciário, temos a alternativa de solucionar a inadimplência pela mediação e conciliação de forma mais rápida e econômica. E isso pode acontecer já na fase de mora (considerado o período de até 90 dias do atraso) ou na fase da inadimplência, quando não se consegue a recuperação do crédito, antes do ajuizamento da ação. Dependerá de cada administradora. É inteligente e eficiente acionar a JUSPRO, principalmente porque vimos registrando um crescimento da inadimplência se compararmos com os dados da última década”.
 
Pelo convênio, a JUSPRO atuará na assistência às partes, na busca de um entendimento entre os condomínios, representadas por suas administradoras e condôminos inadimplentes por meio de audiências de conciliação/mediação presencial ou online, com ganho de tempo e custo para ambos os lados. O índice de acordos nessas audiências fica acima de 80%, deixando uma projeção positiva para a parceria.
 
Participaram da assinatura do convênio, além do presidente da AABIC, Rubens Carmo Elias Filho, os sócios da JUSPRO: Yun Ki Lee, Eduardo Brock, Solano de Camargo , Neves Amorim e a gerente da Câmara, Brígida Reveilleau.

Outros releases | Ver todos

Outubro registra 1.159 ações por falta de pagamento de condomínio

07/11/2017

As ações de cobrança de condomínio por falta de pagamento foram de 1.159 em outubro, que, em comparação com o mês anterior (setembro - 696), registram aumento de 20%.   Se compararmos as ações protocoladas em março de 2017 (... Ver mais [+]

Custos condominiais mantêm estabilidade em agosto

11/10/2017

A Associação das Administradoras de Bens Imóveis e Condomínios de São Paulo (AABIC) divulgou os índices de mercado referentes ao mês de agosto.  O valor dos condomínios de São Paulo manteve a estabilidade nas despesas médias, ... Ver mais [+]